Brasília, 23 de setembro de 2020

03/12/2014 - Comunidade plantará árvores nativas no Ribeirão Sobradinho

 

          Um grande mutirão, formado por estudantes e membros da comunidade de Sobradinho, vai plantar, no próximo sábado (06), cinco mil mudas de árvores nativas do cerrado, como parte das ações propostas pela subcoordenação Recuperação e Preservação do Projeto Ribeirão Sobradinho.

               O evento, que será realizado na área da Associação Cultural do Boi do Seu Teodoro (Bumba)- quadra 15, área especial 02, Sobradinho - prevê também o cercamento de uma nascente do Ribeirão, local onde os participantes será realizado um grande abraço simbólico à área pelos participantes.

               O plantio das mudas – disponibilizadas pelo projeto Ribeirão São Bartolomeu Vivo (patrocínio da Fundação Banco do Brasil)- será realizado pelos “amigos do ribeirão Sobradinho”. Os organizadores esperam grande participação da comunidade, alunos da rede pública de ensino, escoteiros, Casa do Ribeirão (Centro de Atividades Sócio Ambientais do Ribeirão Sobradinho), Adasa, Ibram, Agenda 21, Seagri e Administração Regional de Sobradinho.

               A Adasa estará presente com o Adasa Móvel (onde haverá apresentação de filmes e distribuição de folhetos) e palestra sobre a importância da preservação dos recursos hídricos, especialmente do Ribeirão Sobradinho, por Camila Campos e Cassia Helena Suares Van Den Beusch.

               Com 28 quilômetros de extensão até desembocar no São Bartolomeu, o ribeirão Sobradinho sofre todos os tipos impactos que se refletem na qualidade de suas águas, hoje poluídas na maioria do trajeto. A cidade de Sobradinho e adjacências (condomínios) possuem cerca de 150 mil habitantes, com um cenário de expansão urbana acelerada. A infraestrutura urbana de drenagem pluvial e de esgotamento sanitário não consegue acompanhar este desenvolvimento.

               Além da arborização de suas margens (com cerca de 170 mil mudas), a bacia do ribeirão passará por profundas intervenções, desde a revisão das vazões de consumo à implantação de programas de uso racional da água, maior fiscalização das captações irregulares, monitoramento da qualidade de suas águas, flora, fauna, sedimentos, ocupação de solo, usuários, esgotos, resíduos, drenagem pluvial, licenciamento ambiental, entre outras.

Fonte:Assessoria de Comunicação e Imprensa
Telefones: 3961-4909/4972
nci@adasa.df.gov.br

Últimas Notícias
. 03/12/2014
Comunidade plantará árvores nativas no Ribeirão Sobradinho
. 24/03/2014
Adasa no Dia Mundial da Água em Sobradinho
. 28/02/2014
"Adasa na Escola" investe na recuperação do Ribeirão Sobradinho
 
Documentos em Destaque
Apresentação Projeto Ribeirão Sobradinho
Apresentação GT Ribeirão Sobradinho - Ações2014
Diagnóstico e Soluções para Ribeirão Sobradinho
 
Ações em Destaque
Planilha de Ações